Ela não vai voltar

É isso mesmo, meu amigo.
Abandone as esperanças e toma teu rumo. Ela não vai voltar pra ti.
Te deu os dias, te deu as noites e tu só deu tristeza.
De graça, antes fosse o amor. Mas não…

São muitos os motivos e eu, inclusive, lhe dei muitos lenços para que enxugasse as lágrimas.
Ouvi os lamentos, contei seus remédios e, finalmente, chegou o dia em que abri a janela. O sol veio sorrateiramente com o amanhecer e iluminou cada canto empoeirado. Por isso te garanto, os lenços embebidos secaram e nem o sal ficou.
Eu te digo porque sei. Ela não vai voltar.

Mais do que gente, essa estação carrega histórias. Talvez hoje tu chores pelo que outrora te fez soberbo. Porém, o fato é que o caminho pelos trilhos não deixa rastros, não deixa cheiro. Lamente o quanto quiser. Ela não vai voltar mesmo assim.

E quando a noite enfim chegar, esperará encontrá-la em um lugar só teu, mas nem assim o fará. Tua memória acabará com o tempo, e eu te asseguro porque me certifiquei da dor e arrependimento dela.
Jamais tornará a te chamar. Aceite.
Ela não vai voltar.

And I’ve been wondering why you let me down
And I’ve been taking it all for granted

Atenciosamente,
A remetente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s